Eventos /  Apresentação artística la la-ticket green  /  Infantil

Espetáculo: "Pru-ti-ti – Memórias de Estimação" Insensata Cia de Teatro - Memorial Vale

Descrição

20/03 – INSENSATA CIA DE TEATRO APRESENTA PRU-TI-TI – MEMÓRIAS DE ESTIMAÇÃO

No dia 20 de março, sábado, às 16 horas, a Insensata Cia de Teatro apresenta o espetáculo Pru-ti-ti – Memórias de Estimação, que é livremente inspirado em "O Menino e o Pinto do Menino", obra de Wander Piroli, que conta a história de Cau, um garoto que troca latas e panelas velhas por um pintinho e transgride muitas regras para conseguir ter o bichinho como seu.

A apresentação integra o projeto Eu, criança, no museu! do Memorial Vale.

Em "O Menino e o Pinto do Menino", de Wander Piroli, o garoto Bumba ganha um pintinho vivo e tenta a todo custo leva-lo para casa.

Na dramaturgia de Piroli, já na saída da escola, Bumba descobre que ficar com o presente não será nada fácil, mas, ao longo da narrativa, vai conseguindo, com insistência, meiguice ou sorte, derrubar uma série de obstáculos para ter o pintinho como seu animal de estimação.

A primeira resistência que Bumba quebra é a da mãe.

Em seguida, tal como na vida, surgem outros desafios: no ônibus, na portaria do prédio, em casa, com a empregada e as irmãs, e finalmente com o pai. Bem antes disso, porém, já estamos na torcida pelo garoto, que se afeiçoa ao pintinho sem saber que a convivência deles não vai durar nem 24 horas.

O texto de Wander Piroli funcionou como um disparador das memórias relacionadas aos animais de estimação dos atores/diretores Brenda Campos (Caroço), Claudio Marcio (Cau), Dário Marques (Caçulinha) e Keu Freire (Manguinha).

No espetáculo, estas memórias são “re-apresentadas” através de narrativas autobiográficas recheadas de imagens, cheiros, brincadeiras, apelidos, climas, conflitos, angústias, cores, dores e alegrias.

Para além das memórias pessoais dos atores, o trabalho recebe, a cada apresentação, diversas memórias do público.

No início do espetáculo o público é recebido pelo Pipoqueiro, personagem que troca suas pipocas por memórias relacionadas aos animais de estimação que o público teve ou ainda tem.

Essas lembranças são lidas/compartilhadas ao final do espetáculo.

Dessa forma, as memórias dos atores e da plateia compõe, assim, a inédita dramaturgia do espetáculo que propõe diversas reflexões sobre as relações entre os animais de estimação e os seres humanos.

Video

 

Informações
Data
a
Entrada
Gratuito