Eventos /  Apresentação artística la la-ticket green  /  Música

Esquentando os Tamborins - Orquestra Sinfônica e Coral Lírico de Minas Gerais

Descrição

Às vésperas do Carnaval, a Orquestra Sinfônica e o Coral Lírico de Minas Gerais apresentam repertório com canções carnavalescas, dando início às festividades e reforçando a grandeza cultural dessa época no programa Esquentando os Tamborins. As apresentações revelam a excelência dos músicos da orquestra e do coro, com acompanhamento do pianista Fred Natalino e preparação do Coral Lírico pelo maestro argentino Hernán Sánchez. Segundo o maestro Silvio Viegas, o objetivo dos concertos é mostrar a riqueza cultural do Carnaval como uma festa internacional, e ao mesmo tempo, muito brasileira, que tem uma cultura ampla e diversa.

“Somos tão ricos que o Carnaval é samba, frevo e forró, por exemplo, porque cada região brasileira tem sua música e sua cultura. Buscamos uma linguagem universal do Carnaval aplicada à sinfônica, e é muito bacana ver que esses ritmos se encaixarem perfeitamente dentro de um colorido orquestral sem perder nada, mas ganhando um novo sabor em função da própria estrutura típica da orquestra”, conta o maestro. No Programa, os corpos artísticos da FCS vão proporcionar aos espectadores uma imersão pelos sons do Carnaval, começando pela Abertura Carlinhos Brown que celebra a música popular brasileira e os ritmos afro-brasileiros.

Em sequência, apresentam Gonzaguiana de Cyro Pereira, que enaltece o baião nordestino. Em seguida, perpassam por cantores populares da música brasileira, com obras de Chico César e de Elba Ramalho além da marchinha Cidade Maravilhosa, de André Filho, tida como hino do Rio de Janeiro e se encerra com um Medley de Carnaval. A Orquestra e o Coral têm na sua programação diversidade de ritmos e estilos, sempre em diálogo tanto com o erudito quanto com o popular. Num repertório carnavalesco, o desafio dos corpos artísticos é preservar o caráter dos sons que fazem parte da história da festa brasileira. “A orquestra é um organismo rico que não é fechado em si, porque existem tantos instrumentos e elementos que é possível transitar em qualquer tipo de linguagem.

O mais importante aqui é o trabalho rítmico, de colorido, a escolha correta dos instrumentos para encontrar como cada estilo se encaixa melhor. Estamos acostumados a nos adaptar a diferentes linguagens, afinal, quando tocamos música barroca é muito diferente de tocar uma obra romântica, por exemplo. O desafio é manter o caráter do samba, do frevo e do forró para refletir os sons carnavalescos”, finaliza.

Localização
Grande Teatro Cemig Palácio das Artes - Avenida Afonso Pena, 1537 - Centro
Video

 

Data
a
Orquestra Sinfônica e Coral Lírico de Minas Gerais interpretam repertório carnavalesco no concerto ESQUENTANDO OS TAMBORINS.
Duração aproximada: 1h10min
Classificação: Livre
Entrada
Gratuito