Eventos /  Debate la la-ticket green  /  Audiovisual

Projeto Aulas Abertas: “A arte deve ir aonde o povo está - Centro Cultural UFMG

Descrição

O convidado do projeto Aulas Abertas deste mês, professor Ernani Maletta, apresenta uma aula intitulada de “A arte deve ir aonde o povo está”, contando um pouco das suas vivências nos Festivais de Inverno UFMG, no qual teve a sua primeira participação no ano de 1993.

Vale destacar que o nome Aulas Abertas foi inspirado em um projeto de igual denominação que Ernani criou para o Festival em 2007, quando ainda era realizado em Diamantina.

A homenagem destaca a importância dessa iniciativa em um dos mais importantes e tradicionais eventos culturais do país.

Uma das situações mais impactantes que Ernani viveu no Festival foi à ausência dos cidadãos de Diamantina como alunos das oficinas, instigando a busca por respostas para essa questão.

Ele nos conta que se viu diante de duas constatações: a primeira é que as oficinas eram muito misteriosas para eles e pareciam muito complexas; a segunda é que as oficinas eram sempre fechadas, aconteciam em escolas e espaços fechados, então eles não conseguiam ver e pensar na possibilidade daquela atividade ser apropriada para eles.

Diante dessa realidade, Maletta procurou alguns professores e sugeriu que eles saíssem da sala de aula em um determinado dia e se deslocassem para um espaço público qualquer, algum lugar que eles pudessem se aproximar do público de Diamantina.

Já que não era simples levar as pessoas para as oficinas do Festival, eles levaram as oficinas para as pessoas e tiveram uma experiência extremamente positiva, despertando ali a criação do projeto Aulas Abertas.

Em 2007 o projeto foi oficializado e vários professores se dispuseram a contribuir e oferecer suas aulas para quem estivesse nos espaços públicos propostos pela coordenação, recriando nas ruas o ambiente que havia nas salas de aulas.

A resposta das pessoas foi surpreendente, várias delas começaram a frequentar o Festival e ficavam na expectativa para as Aulas Abertas. Daí em diante a proposta foi sendo aperfeiçoada para se tornar cada vez mais interessante.

Para finalizar, Ernani nos conta que em 2015, já em Belo Horizonte, as Aulas Abertas ocuparam as praças da Liberdade, Floriano Peixoto e Duque de Caxias.

No decorrer dos anos subsequentes, em 2016 e 2017, houve uma descentralização que levou o projeto para bairros e regionais distantes do centro da cidade, democratizando o acesso à cultura e abrindo a Universidade para a cidade e vice-versa.

Assista ao vídeo abaixo e conheça a trajetória do projeto Aulas Abertas dentro da programação do Festival de Inverno UFMG.

Ernani Maletta é artista, professor da UFMG, Doutor em Educação e importante referência no que diz respeito à interação entre a Música e o Teatro, bem como quanto à polifonia cênica.

É autor de uma peculiar metodologia criada para a prática musical na cena teatral, por ele registrada no livro Atuação Polifônica: princípios e práticas.

Vem atuando ativamente na Itália desde 2010, ao lado da renomada artista e pesquisadora italiana Francesca Della Monica.

É reconhecido pela intensa participação na criação de diversos espetáculos de Teatro, em âmbito nacional e internacional.

O projeto Aulas Abertas foi elaborado para oferecer um espaço de compartilhamento de ideias, conceitos e experiências, buscando a construção do conhecimento reflexivo e crítico pelo público, que terá acesso à fala de professores, pesquisadores e artistas convidados, não sendo assim aulas propriamente ditas, mas discussões contextualizadas pelo olhar científico e humano, essenciais neste momento de que estamos vivendo.

A cada mês será publicada uma nova aula através do Facebook, Instagram, YouTube e Site da Instituição.

Confira os vídeos anteriores em nossas Redes Sociais!

Localização
online
Video

 

Data
a
Ernani Maletta compartilha suas vivências nos Festivais de Inverno UFMG em novo vídeo do projeto Aulas Abertas
Entrada
Gratuito