Eventos /  Debate la la-ticket green  /  Cultural

3ª Edição do “Museu Convida” - Museu Casa Guimarães Rosa

Descrição

O Museu Casa Guimarães Rosa realiza, na terça-feira (27/4), a terceira edição do “Museu Convida”, programa de palestras que traz sempre discussões acerca da vida e do universo literário do escritor João Guimarães Rosa. Ronaldo Alves, coordenador do Museu Casa Guimarães Rosa, irá mediar a conversa com a professora Beth Ziani.

A conversa terá como tema o Projeto Memória Viva do Sertão.

O bate-papo acontece às 20h e será transmitido pelo Instagram do Museu (@museuguimaraesrosa).

Beth Ziani é idealizadora do projeto Memória Viva do Sertão. É Doutora em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa USP/SP, com pesquisa sobre literatura e outras artes. Desde 1997, desenvolve projetos no sertão de Minas Gerais nas cidades de Cordisburgo, Morro da Garça, Andrequicé/Três Marias. É curadora e coordenadora de projetos e exposições: “Memória Viva do Sertão”; “Memória da Estação”; “Literatura Viva”; “Brasil Fio a Fio – uma viagem pelo bordado Brasileiro”; “Manto do Vaqueiro – bordado itinerante”. Participa do grupo de bordado Teia de Aranha, desde 2001.

Dirigiu o documentário “Conto o que vi, o que não vi, não conto”. “Memória Viva do Sertão é um projeto que nasceu da comunhão entre a literatura de Guimarães Rosa e viagens por cidades do sertão de Minas Gerais (Cordisburgo, Morro da Garça, Andrequicé/ Três Marias). Entre realidade, ficção e o interesse por histórias de vida, surgiu a ideia de documentar a cultura local vivenciada pela população e retratada pelo escritor.

Cantigas de roda, brincadeiras, músicas, danças, casos e a luta pela sobrevivência despontaram nas narrativas dos entrevistados. Além das entrevistas, os retratos das pessoas, suas casas e as referências locais tornaram-se não apenas complemento das narrativas, mas adquiriram significados próprios, representando valiosos relatos das memórias recontadas.

A pesquisa, iniciada em 1997, ampliou-se e a relação da literatura com a cultura, a memória e a oralidade tornaram-se fonte para a criação do documentário “Conto o que vi, o que não vi, não conto” e para o projeto “Manto do Vaqueiro – bordado itinerante”, realizados em 2012 para a exposição de longa duração do Museu Guimarães Rosa “Rosa dos tempos, Rosa dos ventos”.

Localização
online
Data
a
Museu Casa Guimarães Rosa realiza live sobre o projeto “Memória viva do Sertão”, com Beth Ziani.
Entrada
Gratuito