Eventos /  Encontro la la-ticket green  /  Cultural

Projeto Diversidade Periférica - Memorial Vale

Descrição

21/08 – FILHOS DE ZAMBI – UMA CONVERSA SOBRE O QUILOMBO DOS ARTUROS

No dia 21 de agosto, sexta-feira, às 16h, o Memorial Vale, dentro do projeto Diversidade Periférica, convida Jorge Antônio dos Santos, do Quilombo dos Arturos, para um bate-papo sobre o Quilombo e suas tradições. A comunidade dos Arturos tem sua origem ligada à história do negro Artur Camilo Silvério, filho de escravo, nascido por volta de 1885, cujo nome tornou-se autodenominação de seus descendentes, que foram criados unidos em torno da família, da terra e da fé em Nossa Senhora do Rosário.

O grupo familiar habita uma propriedade particular situada no município de Contagem – MG, mantendo viva a memória de seus ancestrais e preservando os ensinamentos recebidos. A Comunidade mantém, assim, importantes tradições da cultura negra brasileira, transmitidas de pai para filho, desde aspectos da culinária e do cultivo da terra até a organização da vida comunitária. O modo de ser dos Arturos se expressa fundamentalmente nas manifestações artístico-culturais e celebrações do sagrado que o grupo preserva e recria.

Destacam-se o Batuque, a Festa da capina denominada “João do Mato”, a Folia de Reis, a Festa da Abolição da Escravatura e principalmente o Reinado de Nossa Senhora do Rosário, uma manifestação muito difundida em Minas Gerais, popularmente conhecida como Congado. São as festas religiosas que fazem do grupo um universo à parte, quando os Arturos se transmutam em filhos do Rosário.

O evento faz parte do programa Diversidade Periférica que, com a curadoria de Patrícia Alencar, traz para o Memorial Minas Gerais Vale uma programação artística-cultural com conteúdos que mergulham na trajetória ancestral que atravessa os becos e as vielas do espaço de saber chamado Favela e também das comunidades de periferia de Belo Horizonte e vizinhanças.

Localização
Online