Eventos /  Encontro la la-ticket green  /  Educação

Projeto Aulas Abertas #06/2021 - "Crônicas Animadas" Maurício Gino

Descrição

O convidado do projeto Aulas Abertas desta semana, professor Maurício Gino, fala sobre filmes de animação em curta-metragem em uma aula intitulada de “Crônicas Animadas”.

Segundo Maurício, geralmente a animação é, de forma equivocada, associada a conteúdos infantis, exclusivamente, além de ser apresentada em filmes de longa duração ou em séries animadas.

Porém, existe uma produção bastante numerosa e vigorosa de filmes em curta duração, que normalmente fica mais restrita ao circuito de festivais, e é sobre essa produção que ele traz para a aula.

De acordo com o professor, deve-se considerar que o cinema de animação nasceu no formato curto, no entanto, naquele momento, não se pode dizer que havia uma preocupação em se contar uma história, ele existia mais como uma espécie de espetáculo, em que seus criadores exibiam suas habilidades técnicas na construção da imagem animada. Para ilustrar sua fala, ele exibe trechos de “Gertie, o dinossauro” (1914), de Winsor McCay.

Com o decorrer do tempo a animação ganha novas possibilidades e passa a ser um instrumento de narrar histórias do nosso cotidiano e das mazelas do mundo em que vivemos, como é o caso do filme “Os vizinhos” (1952), de Norman McLaren. Maurício diz que as metáforas se mostraram importantes instrumentos a serviço da narrativa em filmes de animação, como no filme “Meow!” (1981), de Marcos Magalhães.

Na mesma linha, ele cita os filmes “O reino azul” (1989), do brasileiro Otto Guerra e o curta “E” (1981), de Bretislav Pojar. Esses três últimos refletem, de alguma maneira, um momento histórico e um meio de expressão em períodos de grande vigilância e repressão social.

Ao mesmo tempo, os curtas animados e as metáforas também podem abordar temas mais leves e questões existenciais próprias dos seres humanos, como nos filmes da Pixar “Luxo Jr.” (1986), dirigido por John Lasseter e “Geri’s game” (1997), de Jan Pinkava. Maurício cita ainda os filmes “Lúmen” (2007), de Wilian Salvador, ex-aluno da Escola de Belas Artes da UFMG e “Pai e filha” (2000), de Michaël Dudok de Wit.

Para finalizar sua fala, Maurício Gino apresenta um filme bastante atual, que reflete com grande sensibilidade o momento difícil que estamos vivendo e os valores que devem aflorar a partir destes tempos. Trata-se do filme colombiano “El Desayuno” (2020), dirigido por Cristian Arcos e realizado durante o confinamento da pandemia.

Maurício Gino é professor do curso de Cinema de Animação e Artes Digitais da UFMG e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Artes. Atualmente coordena o Núcleo de Audiovisual do Espaço do Conhecimento UFMG.

O projeto Aulas Abertas foi elaborado para oferecer um espaço de compartilhamento de ideias, conceitos e experiências, buscando a construção do conhecimento reflexivo e crítico pelo público, que terá acesso à fala de professores, pesquisadores e artistas convidados, não sendo assim aulas propriamente ditas, mas discussões contextualizadas pelo olhar científico e humano, essenciais neste momento de crise.

A cada semana será publicada uma nova aula através do Facebook, Instagram, YouTube e Site da Instituição. Confira os vídeos anteriores em nossas Redes Sociais!

Localização
online
Video

 

Data
a
Maurício Gino fala sobre filmes de animação em curta-metragem em novo vídeo do projeto Aulas Abertas.
Entrada
Gratuito