Eventos /  Encontro la la-ticket green  /  Literatura

Sempre um Papo recebe Henrique Rodrigues

EVENTO CANCELADO
EVENTO CANCELADO
Descrição

O Sempre Um Papo recebe o escritor e gestor de projetos literários Henrique Rodrigues para o debate e o lançamento da coletânea de crônicas “Rua do escritor: crônicas sobre leitura” (Editora Malê). O livro se destaca por abordar diversos aspectos que compõem a vida literária de um escritor na atualidade, revelando e valorizando detalhes que costumam passar despercebidos ao longo das leituras. Por meio da alegoria da rua, a obra se insere na tradição da crônica carioca, buscando também uma poética do efêmero escondida nas diferentes camadas sociais urbanas.

O evento será no dia 1 de abril, quarta-feira, às 19h30, na sala Juvenal Dias do Palácio das Artes, em Belo Horizonte, com entrada gratuita. Pede-se a doação de livros literários novos ou usados para o projeto de bibliotecas comunitárias do Sempre Um Papo. Haverá tradução em Libras. A mediação será de Afonso Borges, idealizador do projeto de incentivo à leitura, criado há 34 anos. Em seu décimo quinto livro, Henrique Rodrigues selecionou crônicas produzidas nos últimos anos que tratam de experiências envolvendo a literatura. O resultado é uma obra que, longe de ser um conjunto de relatos didáticos ou de receitas edificantes, estimula o envolvimento efetivo com os livros. Como afirma o escritor Marcelo Moutinho na orelha do livro, “Henrique Rodrigues trata da leitura sem sacralizá-la”.

Isso significa que as 54 crônicas reunidas no volume têm a cadência da liberdade que esse tipo de literatura apregoa: vão de uma oficina literária para uma lembrança do emprego no fast-food, de um encontro com leitores a uma partida de videogame, do impacto de ler um clássico a um gato preso no sótão. Na rua deste livro, literatura e vida transitam na mesma velocidade, na mesma faixa. Oriundo das camadas mais populares do Rio de Janeiro, Henrique também não deixa de apresentar episódios em que o contato com livros alterou profundamente sua vida, tornando-o leitor, escritor e agente cultural especializado no estímulo à leitura. O próprio título da coletânea, baseado na rua de mesmo nome onde o autor morou nos anos 1990, faz a costura de uma trajetória direcionada pelas práticas de leitura e escrita. Se, como disse o cronista Marques Rebelo, “o Rio é uma cidade com muitas cidades dentro”, em “Rua do Escritor” o leitor encontrará uma via de mão dupla: olhar para fora também é ler a si mesmo, visto que cada um é também uma cidade se lendo e escrevendo a todo tempo.

Localização
Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes - Avenida Afonso Pena, 1537 - Centro
Centro-Sul
Video