Eventos /  Espetáculo la la-ticket green  /  Artes Cênicas

Grupo de Teatro Mulheres Míticas - Espetáculo: A MULHER PORCA

Descrição

A MULHER PORCA: Uma mulher tenta alcançar a santidade, mas é subjugada pela moral religiosa e a hegemonia masculina. “A Mulher Porca” é a tragédia da matéria que não foi feita para a transcendência, a jornada de um corpo atravessado pelo abandono e a fé, a violência e a subordinação, o desamparo e a resiliência.

Entre a dor e a doação, seguir em frente torna-se a marca desta personagem que povoa o imaginário de muitas cidades latino-americanas. Primeira montagem brasileira de uma obra do premiado dramaturgo, roteirista e diretor de teatro e cinema argentino Santiago Loza, “A Mulher Porca” dá seguimento à pesquisa do grupo de teatro Mulheres Míticas a respeito da violência contra a mulher e os corpos em vulnerabilidade social.

Durante seus 7 anos de existência, o coletivo têm construído o histórico de desenvolver projetos de tradução e montagem de textos sobre temáticas que abordam questões sociais e de gênero em diálogo com outros países latino-americanos, mesmo caso de “O Deszerto” (2016); “Classe” (2019) e “Hilda Penha” (2021) Em “A Mulher Porca” temos como protagonista uma mulher órfã do interior, de baixa renda, ingênua e religiosa, que não consegue alcançar a beatitude almejada por sentir que tem natureza mundana.

Carrega a culpa de ser uma pecadora desde o nascimento, marco que seria também a causa da morte de sua mãe. Na peça, ela cuida de um homem que está em uma cadeira de rodas, para quem ela narra sua vocação para a entrega, tanto a um Deus, quanto aos homens, em todos os sentidos que isso possa implicar. Ao apresentar “A Mulher Porca”, o Mulheres Míticas reafirma o interesse do grupo no diálogo, difusão e reflexão teórico, crítica e estética sobre a América Latina.

A montagem é protagonizada por Jéssica Ribas, atriz belo-horizontina, formada em Teatro pela UFMG, doutoranda e mestre em literatura, que, em sua dissertação, estudou o processo de construção do corpo feminino nesta obra. O espetáculo, por enquanto apresentado em formato audiovisual, tem direção de Sara Rojo, diretora que, em 2021, comemora seus 40 anos de carreira.

Localização
online
Video

 

Data
a
a
a
Projeto audiovisual com exibições dias 10, 11 e 12 de dezembro, a partir das 19h30, no YouTube do Festival Teatro em Movimento.
Entrada
Pago