Eventos /  Exposição la la-ticket green  /  Artes Plásticas

A obra “Sonho de Valsa”, do artista plástico Lúcio Carvalho - Templuz Iluminação

Descrição

Existe conexão entre memórias, louças e capacetes em uma só tela? Apesar de inusitada, a resposta é sim. A obra “Sonho de Valsa”, do artista plástico Lúcio Carvalho, que estampará o novo Mural Templuz, prova ser possível a junção de todos esses elementos. A obra ficará exposta até março no paredão da Templuz, na Avenida Nossa Senhora do Carmo, 1150, em Belo Horizonte/MG. Conhecido por um estilo marcado pelo exagero na perspectiva, fusão e profusão de elementos, Lúcio Carvalho recria na tela as memórias de sua infância.

Com exposições em galerias e centros culturais no Brasil, Argentina, Itália, Estados Unidos, França, Bélgica, Holanda e Japão, o artista elabora suas obras a partir de elementos representativos de uma determinada época de sua vida, como espelhos, flores, pessoas e louças. Em “Sonho de valsa”, a figura da mulher em trajes renascentistas, que Lúcio enxergava no reflexo da cristaleira enquanto desenhava, representa as moças da família.

Já o capacete, criado com partes de louça, aborda a beleza e, ao mesmo tempo, a proteção dos utensílios que estavam guardados no móvel. “No interior, tudo que está dentro da cristaleira é precioso e tem alto valor sentimental. Em minha obra apresento o passado e o futuro, ambos frágeis e, ao mesmo tempo, protegidos. Com a figura do capacete criado com partes de louças, quis representar a segurança que se fundiu à beleza, preciosidade e polidez das louças”, diz o artista.

Localização
Paredão da Templuz - Avenida Nossa Senhora do Carmo, 1150 - Bairro Sion
Centro-Sul
Data
a
A obra “Sonho de Valsa”, do artista plástico Lúcio Carvalho, que estampará o novo Mural Templuz, prova ser possível a junção de todos esses elementos.
Entrada
Gratuito