Eventos /  Exposição la la-ticket green  /  Cultura popular

Exposição “Reinado de Chico Calu - Repertórios Sagrados da Irmandade Os Carolinos”

Descrição

Fotografias, fardas, altares, santos de devoção, mastros, andores, cruzeiros e outros objetos sagrados da Irmandade Os Carolinos, tradicional reinado negro da capital mineira, compõe a mostra “Reinado de Chico Calu - Repertórios Sagrados da Irmandade Os Carolinos”. A exposição, que será aberta no sábado (30/11), às 15h, seguindo até o dia 16 de fevereiro de 2020, dá visibilidade a essa manifestação cultural e religiosa que evidencia a riqueza da tradição afro-mineira em Belo Horizonte. Abertura da mostra terá show gratuito de Maurício Tizumba e Sérgio Pererê e levantamento de mastro.

A mostra, que tem Alexandre Tavera como responsável pela expografia, reproduz um terreiro de congado, através de uma narrativa estética. O público terá acesso a mais de 30 fotografias das guardas da Irmandade impressas em tecidos e emolduradas com estandartes. Elas são registros dos últimos cinco anos de festejos e foram feitas pelo antropólogo e fotógrafo Patrick Arley.

Além das imagens, a mostra apresenta um conjunto de objetos que remontam à religiosidade e sua celebração, instigando um olhar para o presente e o passado, para a cultura de matriz africana que se conformou no Brasil e seus rituais, e para o louvor e a tradição que se mantém por gerações. “Objetos sagrados de devoção como farda, altares, santos, cruzeiros, andores, mastros entre outros, também são responsáveis por contar parte dessa história de mais de 100 anos de devoção e de resistência. Plantas conhecidas por seus poderes de proteção espiritual também são incorporados na exposição criando um jardim de fé e um diálogo com os tambores e objetos sagrados pontualmente espalhados pelo espaço”, explica Tavera. 

Informações
Data
a
Mostra reúne fotografias e objetos reproduzindo elementos de um terreiro de congado na Usina de Cultura - Centro Cultural Nordeste.
Abertura da exposição terá show de Mauricio Tizumba e Sérgio Pererê no sábado (30/11) e mostra segue até o dia 16 de fevereiro de 2020.
Entrada
Gratuito