Eventos /  Festival la la-ticket green  /  Literatura

IX FLI Araxá Virtual

Descrição

O Fliaraxá colocará na tela cerca de 100 autores de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Timor Leste, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Angola e Moçambique.

Esta edição homenageia Conceição Evaristo e José Eduardo Agualusa e tem como patronos João Cabral de Melo Neto, Clarice Lispector e Calmon Barreto

“Não há uma língua portuguesa, há línguas em português” – a frase de José Saramago, extraída do documentário “Língua – Vidas em Português”, de Victor Lopes, é o tema/conceito da nona edição do Fliaraxá – Festival Literário de Araxá – que vai acontecer entre 28 de outubro e 1º de novembro de 2020, nas telas do Youtube, Facebook e Instagram, em programação contínua, 24 horas por dia.

Sem perder o sentido de geolocalização, a transmissão será de forma virtual, direto do palco do Teatro Tiradentes, no Grande Hotel de Araxá, alternando momentos híbridos, com participações ao vivo de autores e músicos locais – de Araxá e região –, mas sem público presente. Inovando, tudo acontecerá sob a âncora e a batuta do criador do Festival, o jornalista Afonso Borges, também ao vivo.

Clarice Lispector e João Cabral de Melo Neto, que comemoram centenário de nascimento, serão os Patronos; e Conceição Evaristo e José Eduardo Agualusa, os autores homenageados. Calmon Barreto será o patrono local; e o ator Antonio Fagundes, a personalidade literária do ano.

O patrocínio é da CBMM e o apoio cultural do Itaú, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Nacional de Cultura, do Ministério do Turismo.

Estarão reunidos na tela das redes sociais do Fliaraxá cerca de 100 autores de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Timor Leste, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Angola e Moçambique.

A ideia é criar um processo de sinergia entre os autores que falam e escrevem em língua portuguesa por todo o mundo, inclusive os que moram fora, como Lucrécia Zappi e Adriana Lisboa, ambas nos Estados Unidos.

Localização
online
Video