Descrição

Museus são espaços que buscam conclamar a diversidade, a democracia e a representação de uma sociedade passada e presente. Em sua definição pelo Conselho Internacional de Museologia (ICOM), eles tem que estar a serviço da sociedade e de seu desenvolvimento. Entretanto, os Museus Históricos ainda permanecem, em muitos casos, estáticos, sem tratar as dinâmicas presentes, sem atender às demandas sociais, ou quando as tratam, é por vezes de forma tímida, estereotipada e fetichizada, principalmente ao tratar da população e luta negra.

Nesta terça-feira convidamos a Historiadora e Mestre em Estudos Étnicos e Africanos, NILA BARBOSA, para debater o conteúdo de seu livro ‘Museus e Etnicidade - O Negro no pensamento museal’, fruto de sua pesquisa na Universidade Federal da Bahia.

Museus históricos são passíveis de mudanças em sua estrutura? Como incluir a discussão racial sem estereótipos e com a presença de vozes negras numa sociedade que clama por ter sua memória e luta representada?

Venha descobrir tudo isso e muito mais neste dia 11 de agosto, às 18h. Esperamos vocês!

Localização
ONLINE
Data
Entrada
Gratuito