Eventos /  Mostra la la-ticket green  /  Audiovisual

Mostra Joel Zito Araújo - Uma Década em Vídeo (1987-1997)

Descrição

Diretor, roteirista, produtor e escritor, o mineiro Joel Zito Araújo tem conquistado reconhecimento e respeito internacional por debater o racismo e a desigualdade em seus filmes e documentários.

Nesta quinta-feira (22) tem início a Mostra Joel Zito - uma década de vídeo (1987-1997).

Até o dia 1º de agosto, o público poderá conferir um recorte inédito da obra fundamental do cineasta: um conjunto de nove filmes realizados em colaboração com movimentos sociais e organizações políticas entre os anos de 1980 e 1990, no contexto do chamado Vídeo Popular.

Os filmes ficarão disponíveis no site criado para a mostra.

Mineiro de Nanuque, atualmente morando na África, em Cabo Verde, Joel Zito, desde os anos 1980 têm desenvolvido estudos acadêmicos e apontado suas lentes para as questões raciais.

Ao mesmo tempo, se revela um diretor comprometido com a causa das mulheres - que, ao lado dos negros, são menosprezadas numa sociedade preconceituosa e machista.

Não à toa, sua cinematografia costuma iluminar o protagonismo de mulheres negras, como no premiado média-metragem Almerinda, uma Mulher de Trinta (1989), focado em Almerinda Farias Gama (1899-1992), uma das primeiras negras na política do país.

Também vale citar Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado, cujo roteiro conta o sonho de mulheres pobres que vão tentar a vida na Europa, mas acabam vítimas da exploração sexual.

Junto com os filmes, será lançado um catálogo em formato de e-book.

O material será composto por uma entrevista com Joel Zito, diálogos com parceiros de trabalho, como o advogado Hédio Silva Júnior e o diretor de fotografia Luiz Miyasaka, além de reflexões sobre as obras, documentos e referências bibliográficas.

Além disso, serão transmitidos em tempo real três debates com autores e autoras dos textos do catálogo, como Bernardo Oliveira, Dácia Ibiapina, Débora Olimpio, Edileuza Souza, Ewerton Belico, Fabio Rodrigues, João Carlos Nogueira, Nicole Batista, Paulo Galo e Vladimir Seixas.

As conversas serão mediadas pelo crítico de cinema Juliano Gomes, editor dos textos.

Localização
online
Data
a
a
a
a
a
Pioneiro do cinema negro, Zito ganhou reconhecimento internacional por debater racismo e desigualdade em seus filmes e documentários
Entrada
Gratuito