Eventos /  Mostra la la-ticket green  /  LGBT+

"Quarta Kuir Tentáculos" Mostra permanente de artes LGBTQIA+

Descrição

A Quarta Kuir, mostra permanente de artes LGBTQIA+, estreia mais uma temporada gratuita na internet em junho de 2021. Propondo uma programação que reforça a potência criadora dos corpos kuir, a Edição Tentáculos apresenta ações formativas, espetáculos, performances e shows musicais, de 02 a 30 de junho, sempre às quartas-feiras, num recorte curatorial que busca elaborar coletivamente novos mitos e metáforas corporais e políticas.

Assim, a QK busca encontros e colaborações imprevistas, compartilhando novas práticas de viver juntes na atualidade e de colocar os nossos “tentáculos” nas reais transformações que desejamos. O público verá na programação, transmitida ao vivo pelo site do evento e no canal da Plataforma Beijo no YouTube, uma perspectiva alargada do conceito de kuir, com diferentes artistas e experiências que lançam olhares transformadores sobre o mundo.

A abertura acontece no dia 02 de junho, às 17h, com a Mesa Performativa “Teatras: Invenções e criações de imaginários de arte e vida”, com Dodi Leal (BA) e Fredda Amorim (MG), e mediação de Bremmer Bramma (MG), ator da Plataforma Beijo. A partir das produções, vivências e invenções das artistas pesquisadoras, o encontro abre caminhos da programação, que terá inclusive Fredda Amorim como crítica que vai acompanhar e comentar as 5 quartas desta edição, numa ação chamada Crítica Cuír.

O primeiro dia de evento, traz ainda, às 19h, as performances e espetáculos “Themonia Cabana + Bruta Flor”, com Sarita Themonia, do Pará; às 20h, “Manaus uma Cidade na Aldeia” com Uýra Sodoma, do Amazonas; e, às 21h, “Involuntários da Pátria”, com Fernanda Silva, do Piauí. O show musical que encerra o primeiro dia da programação é com a cantora AMANDONA! (MG), vocalista do bloco de carnaval Abalô Caxi, às 22h.

Na segunda semana, dia 9 de junho, as atrações seguem. Às 17h, tem a Mesa Performativa “Literatura Pela Boca”, com Abigail Campos Leal (RJ) e Bianca Manicongo/Bixarte (PB), e mediação do poeta Pedro Bomba (MG). Às 19h, tem a performance “Aluvião”, com Davi Nascimento; e, às 21h, “Ah, se eu fosse Marilyn!”, com Edu O. (BA), seguida de bate-papo. Às 22h, o show fica por conta de Coral (MG), em formato voz e violão.

O dia 16 de junho começa às 17h com a Mesa Performativa “Afetações Poéticas e Metáforas Virais”, com Ronaldo Serruya (SP) e Raul Nunnes (MG), e mediação Bremmer Bramma (MG). Às 19h tem a performance “Derivar: A resposta fluiu da mente (diálogos sobre desobediência e cura)”, com Micaela Cyrino (SP), seguida de bate papo; e, às 21h, “Enquanto eu estiver”, com Vulcanica Pokaropa (PR), mais conversa com a artista. Encerrando a noite, o público assiste ao show “Porque não tem Paquita preta?”, de Simone Magalhães (PR), às 22h.

A quarta do dia 23 traz a Mesa Performativa “Processos de criação e fluxos kuirs”, com Vina Amorim (MG) e Eli Nunes (MG), e mediação Fredda Amorim (MG), às 17h. Às 19h, acontece a performance “Contagiar Tesão”, com Kako Arancibia (MG), Franco Fonseca (RN) e Amanda Medeiros (Portugal), mais bate papo. Às 20h, é a vez de “Demasiada Liberdade se converterá em terrorismo sexual” com o grupo Teatro Sur, do Chile. O show, às 22h, é com o cantor Rafa Ventura, que apresenta o espetáculo “O Close é Certo!”.

A Quarta Kuir Tentáculos realiza ainda, durante todo o mês, um laboratório com a performer colombiana Nádia Granados, chamado “Corpos Espectrais em Tempos da Guerra Simbólica”, em 5 encontros às quartas-feiras, de 14h às 16h, com artistas de Minas Gerais selecionades anteriormente por convocatória pública. Tem também a residência artística “Fluxos Kuirs”, parceria entre a Plataforma Beijo, o argentino Marcelo Allasino, o Corredor Latinoamericano e mais 5 artistas convidades de Minas, em 16 encontros imersivos ao longo de junho.

No dia 30 de junho, último dia da temporada, acontece justamente a mostra de resultado da oficina com Nádia Granados (Colômbia), mais bate-papo com ela e as artistas participantes. Às 17h, tem a Mesa Performativa “Trans*: Corporeidades tentaculares, variância de gênero e sobrevivência no apocalipse”, com Ian Habib (MG), e mediação de Igor Leal (MG). E às 21h, encerrando de forma especial a programação, tem a estreia do novo trabalho da Plataforma Beijo, criado digitalmente durante a residência com Marcelo Allasino (Argentina).

Quem recebe o público, durante toda a Quarta Kuir Tentáculos como mestra de cerimônias, é a drag queen Wil’La Kuir, que é integrante da Plataforma Beijo e destaque na cena mineira de montação. Vale lembrar que toda a mostra é gratuita e acontece durante 5 quarta-feiras, no site da Quarta Kuir (https://quartakuir.com.br) e no YouTube da Plataforma Beijo. Mais informações também nas páginas da @quartakuir e da @plataformabeijo no Instagram.

Localização
online
Video

 

Data
a
Edição online traz diferentes artistas de Minas Gerais, Brasil e América Latina, numa programação que reúne mesas performativas, laboratório criativo, residência artística, espetáculos, performances e shows musicais
Entrada
Gratuito