Histórico - Fli

Content Builder

Foto: Ricardo Laf

3ª EDIÇÃO (2019)

Entre os dias 25 e 29 de setembro de 2019, foi realizada a terceira edição do Festival Literário Internacional de Belo Horizonte - FLI BH. As atividades aconteceram no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, no Centro de Referência da Juventude e no MIS Cine Santa Tereza. Abordando a temática “Do Livro à Voz: Narrativas Vivas”, o evento apresentou ao público mineiro cinco dias de programação gratuita e diversificada. Foram ofertados ao longo da temporada mais de 50 atrações, divididas entre palestras, rodas de conversa, oficinas, saraus, narrações de histórias, exposições, espaço literário, lançamentos de livros e sessões de autógrafos com escritores e escritoras independentes, mostra de cinema e literatura, biblioteca e intervenções. O FLI homenageou o poeta Adão Ventura (1939-2004), mineiro nascido em Santo Antônio do Itambé, e autor do clássico “A cor da pele” -  importante conjunto de poemas sobre o tema da negritude e do racismo. O Festival trouxe também como destaque em sua programação, menção honrosa a dois renomados escritores: a carioca radicada em Minas Gerais, Leda Maria Martins, e o mineiro do Vale do Rio Doce, Ailton Krenak. Curadoria: Nívea Sabino e Marilda Castanha.

2ª EDIÇÃO (2017)

O Festival Literário Internacional de Belo Horizonte – FLI BH chegou a sua segunda edição com uma programação diversificada de atividades de valorização da literatura e fomento à leitura. Além das mesmas ações realizadas na primeira edição, o público pôde conferir shows, bibliotecas para bebês, intervenções urbanas e sessões de autógrafos. O evento contou ainda com a feira de escritores, ilustradores e editoras independentes, em parceria com a Primavera Literária da Liga Brasileira de Editoras (LIBRE), que reuniu 49 editoras. O FLI BH 2017 aconteceu entre os dias 14 e 17 de setembro no Centro de Referência da Juventude. Com o tema "Vozes de Todos os Cantos", trouxe à cena a diversidade que a literatura expressa, reunindo grupos que movimentam a cena literária na cidade e em diferentes partes do mundo. A homenageada da vez foi a escritora mineira Laís Corrêa de Araújo, personalidade influente no meio literário, que se configura como uma grande intelectual brasileira, pesquisadora, ficcionista, tradutora e ensaísta. Curadoria: Adriane Garcia e Francisco de Morais Mendes.

1ª EDIÇÃO (2015)

A primeira edição do Festival Literário Internacional de Belo Horizonte - FLI BH aconteceu entre os dias 25 e 28 de junho de 2015, no Teatro Francisco Nunes, Parque Municipal Américo Reneé Giannetti e em diversos outros pontos da capital mineira. Foi a única edição com uma pré-temporada, que ocorreu entre abril e junho do mesmo ano. A programação oficial, em quatro dias, contou com 100 convidados - entre escritores, ilustradores, pesquisadores, atores, músicos e performers - e atividades como conferências, palestras, mesas de debates, oficinas, saraus, exposições, narrações de histórias, performances e apresentações de teatro e cinema. Uma feira de livros, em parceria com a Primavera Literária da Liga Brasileira de Editoras (LIBRE) reuniu 55 editoras no evento. O ano de 2015 foi marcado pela comemoração dos 400 anos de publicação da segunda parte do romance Dom Quixote e, a partir do clássico de Cervantes, foi proposto um Festival que aproximasse as literaturas de língua espanhola e portuguesa, tendo como tema “Imagine o mundo, imagine a cidade”. Além do tema, o FLI tem um homenageado a cada edição. Carlos Drummond de Andrade, considerado um dos maiores escritores do Brasil, foi o primeiro da lista. Curadoria: Afonso Borges, Leida Reis e Beatriz Hernánz.