Descrição

Com riquíssimo acervo de Arte Sacra Colonial, documenta de forma material e simbólica, momentos distintos da formação da cultura do Estado. Atualmente, são mais de 2.600 objetos, reunidos em 36 coleções vindas de acervos particulares e de outras instituições.

Uma curiosidade: a constituição do acervo do Museu Mineiro teve início na época de criação do Arquivo Público Mineiro, ou seja, antecede em mais de 80 anos a sua inauguração. São pinturas históricas, achados arqueológicos, mobiliário, conjunto de moedas e de armas, imagens sacras e equipamentos litúrgicos, datados dos séculos XVIII e XIX. Além disso, o acervo da Pinacoteca do Estado - com pinturas, gravuras e esculturas – também foi incorporado ao acervo do  Museu.   A edificação é uma construção do final do século XIX, de arquitetura eclética com influência neoclássica e fez parte do plano diretor da Comissão Construtora da Nova Capital, chefiada por Aarão Reis. Inicialmente serviria como residência para os Secretários de Agricultura do Estado. Entre 1905 e 1930, o edifício serviu como sede do antigo Senado Estadual Mineiro, e abrigou a Pagadoria Geral do Estado até 1977. No ano seguinte, foi dado início à implantação do museu que passou a funcionar efetivamente em 1982.

Neste período de reabertura, o museu adota alguns protocolos de segurança como: aferição da temperatura antes da entrada, uso obrigatório de máscaras, distanciamento mínimo de dois metros entre os visitantes, visitas em grupo suspensas até o fim da pandemia, dispensadores de álcool em gel, entre outras mencionadas no site e redes sociais.

Localização
Avenida João Pinheiro, 342 - Funcionários
Centro-Sul
Informações
Funcionamento
segunda-feira Fechado
terça-feira 12:00-19:00
quarta-feira 12:00-19:00
quinta-feira 12:00-19:00
sexta-feira 12:00-19:00
sábado 11:00-17:00
domingo 11:00-17:00
Entrada
Gratuito
Acessibilidade
Física/Motora
Mobilidade reduzida
Possui Estacionamento
Não
Bar/Restaurante/Café
Não