Mirantes

Monumento Eterna Modernidade, Lagoa da Pampulha, Belo Horizonte
Ricardo Laf / Acervo PBH

O Conjunto Moderno da Pampulha foi concebido como uma “obra de arte completa” integrando arquitetura, paisagismo, pintura, escultura, azulejaria, e, claro, o espelho d'água. Para que todos esses detalhes possam ser apreciados em seus diversos pontos de vista, o complexo possui cinco mirantes: Bandeirantes, São Luiz, Vertedouro, Santa Rosa e Biguá. 

Em 2019, esses espaços de descanso e contemplação ganharam lunetas de observação terrestre, que possibilitam ao visitante um novo olhar sobre a obra de Niemeyer. Lunetas comuns estão localizadas nos mirantes Bandeirantes e São Luís, além da península. Lunetas com acessibilidade encontram-se nos mirantes Vertedouro, Santa Rosa e Biguá.

Lunetas de observação na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte
Acervo Comtrading

No Mirante Bandeirantes, é possível visitar o monumento da Eterna Modernidade, obra da escultora Vânia Braga em parceria com o artista plástico Diego Rodrigues, um tributo a Juscelino Kubitschek e aos três principais artistas responsáveis pelo projeto da Pampulha: Oscar Niemeyer, Burle Marx e Cândido Portinari. Uma paisagem cultural criada por visionários e, de alguma forma, também habitada por eles.