Portal da Memória - Monumento a Iemanjá (Patrimônio Imaterial)

Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 260 - São Luiz
Acesso Gratuito

Portal da Memória e Monumento a Iemanjá, Pampulha, Belo Horizonte
Banco de Imagem/Adobe Stock

Esculpido pelo artista José Synfronini, o monumento a Iemanjá foi inaugurado em 24 de abril de 1982. Inicialmente, a obra foi produzida em mármore sintético branco e ficava localizada na beira da Lagoa da Pampulha, em uma espécie de deck, que a circundava. Em 1988, a escultura foi substituída por uma feita em bronze, material mais resistente. Já em 2003, optou-se pela fixação da escultura no espelho d'água, distante cerca de 10 metros da beira da Lagoa. 

Em 2007, foi inaugurado o Portal da Memória, monumento feito em homenagem às matrizes culturais africanas em Belo Horizonte. A obra, criada pelo artista Jorge dos Anjos, completou a configuração atual da Praça de Iemanjá, importante ponto turístico e de celebração. Este espaço da Lagoa da Pampulha, referência simbólica e afetiva para os cidadãos belo-horizontinos, recebe desde 1953 a Festa de Iemanjá, patrimônio cultural municipal.  

Saiba mais sobre a Festa de Iemanjá, Patrimônio Imaterial de Belo Horizonte