Descrição

O Giramundo foi criado em 1970, pelos artistas plásticos Álvaro Apocalypse, Tereza Veloso e Madu. O grupo montou 36 espetáculos teatrais, construindo acervo próximo de 1500 bonecos e objetos de cena. Suas montagens experimentaram o boneco em múltiplas formas, criando um variado panorama técnico e expressivo do teatro de bonecos. Estas características, unidas ao interesse pela cultura brasileira, trouxeram reconhecimento nacional ao Giramundo, garantindo seu lugar na história do Teatro Brasileiro por sua ação transformadora de incorporação de formas e temas adultos, dialogando com questões formais, plásticas e políticas complexas. Hoje, o Giramundo se transforma: a ideia de grupo de teatro, que orientou suas atividades durante 30 anos, cede espaço para um núcleo multimídia, experimentador de uma cena de animação, onde convivem bonecos reais e suas versões digitais. Essa mistura do teatro de bonecos, vídeo, animação, música, dança e artes plásticas parece ser o território do Giramundo do século XXI.

O Teatro Giramundo é o espaço de apresentação e ensaio do grupo. Pela primeira vez em sua história, funciona dentro do Museu, em programação permanente. Sua existência potencializa a atividade educativa, permitindo à Escola Giramundo espaço para experimentação e formação nos campos da manipulação, montagem de cena, coreografia e cenotécnica. O espaço do teatro imprime vitalidade ao espaço museológico e a atividade da Escola cria um ambiente fértil de crítica e interação para a criação teatral.

A Escola Giramundo é um objetivo permanente do grupo, a criação do grupo com sua origem universitária, pelas mãos de artistas-professores, e a presença permanente de alunos em suas equipes, estimularam o desenvolvimento de métodos de criação e produção no teatro de bonecos. As oficinas do grupo contribuíram para a qualificação de marionetistas e novas companhias ao longo de sua história. Assim, desde a década de 70 as oficinas do Giramundo no Festival de Inverno de Ouro Preto (principal festival cultural de Minas Gerais) ficaram conhecidas por seu rigor e, principalmente, pelo resultado de seu trabalho. Gerações de bonequeiros forma formados nestas oportunidades continuando seu trabalho posteriormente.

As animações produzidas pelo grupo são, talvez, mais importantes que o próprio boneco. Todas as formas de marionetes servem ao propósito de produzir imagens em movimento, por isso, a matéria de trabalho do marionetista ao fundo é a criação de uma linguagem cinética e o boneco é um dos seus instrumentos para isso. A animação é o fim, o boneco é o meio.

O Museu Giramundo foi aberto, em Belo Horizonte, dia 26 de setembro de 2001 com o objetivo de preservar e exibir o acervo do Giramundo. O grupo percebeu que há dois modos de conservar um boneco: colocando-o em atividade no teatro ou deixando-o em exposição. Estes são os destinos dos marionetes do grupo, os que não estiverem sob as luzes dos refletores deverão estar sob o olhar dos visitantes do Museu Giramundo.

Localização
Rua Varginha, 245 - Floresta
Centro-Sul
Funcionamento
segunda-feira 9:00-18:00
terça-feira 9:00-18:00
quarta-feira 9:00-18:00
quinta-feira 9:00-18:00
sexta-feira 9:00-18:00
sábado Fechado
domingo Fechado
Acessibilidade
Rampa
Banheiro
DISTÂNCIA DOS AEROPORTOS
9km
do Aeroporto da Pampulha
41km
do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte