.

Eventos /  Festival la la-ticket green  /  Cultural

II FESTIVAL DE CINEMA INFANTIL DE BELO HORIZONTE

Descrição

17/10 – 12h52 – 13h03

OLHOS DE ERÊ

A imagem mostra o garoto Luan Manzo, de seis anos, caminhando em direção à câmera. Ele é um menino negro de seis anos, em uma rua de uma comunidade. Ele usa uma blusa vermelha de manga comprida, uma bermuda azul-clara com listras brancas e uma sandália marrom. Atrás dele, ao fundo, há uma mulher de máscara olhando no canto esquerdo da foto.

CRÉDITO: Luan Manzo

Luan Manzo tem seis anos e é bisneto da matriarca Mametu Muiande do Kilombu Manzo N’gunzo Kaiango, um dos mais reconhecidos pela cidade de Belo Horizonte (MG). Fundado em 1970 por um preto velho, pai Benedito, Manzo é palácio de rei, governado por uma rainha. Ali germinam sementes e crianças, em um processo educativo - a afrobetização - que afirma a organização, o coletivo, a ancestralidade e a circularidade do povo negro. As crianças crescem sabendo-se respeitadas e, por isso, Luan percorre ali o espaço sagrado, descrevendo-o com segurança, conhecimento, rigor e frescor infantil. É ele quem, com um celular em mãos, propõe este filme. O II Festival de Cinema Infantil de Belo Horizonte compõe a programação da 6ª edição da Virada Cultural. 

 


 

17/10 - 13h04 – 13h18

A INCRÍVEL AVENTURA DAS SONHADORAS CRIANÇAS CONTRA LIXEIRA FURADA E CAPITÃO SUJEIRA

A imagem mostra uma cena do filme “A Incrível Aventura das Sonhadoras Crianças contra Lixeira Furada e Capitão Sujeira”. Nela, uma garota segura um balão de São João nas cores azul e amarelo e olha com uma expressão triste. Ela usa uma blusa branca e um colete amarelo. É uma menina negra, com os cabelos encaracolados e tranças presas na cabeça. À sua frente está um garoto negro, com a expressão séria e uma blusa vermelha de manga comprida, em olha em sua direção.

CRÉDITO: Mariana Rocha

Quando o lixo só cresce e os adultos não se dão conta do problema, João Pedro, Sophia e as crianças do QG dos Sonhadores entram em ação para derrotar os inimigos do bairro: o atrapalhado Lixeira Furada e seu comparsa, Capitão Sujeira. Uma aventura repleta de imaginação e fantasia, que apresenta o olhar de crianças sobre o lugar em que vivem. O filme foi realizado em 2019 com 43 crianças de 8 a 14 anos do projeto Cine Pagu na Escola, implementado no Centro Educacional Comunidade São Jorge, na comunidade do Independência, em Petrópolis (RJ). O II Festival de Cinema Infantil de Belo Horizonte compõe a programação da 6ª edição da Virada Cultural. 

 


17/10 – 13h18 - 13h34

5 FITAS

A imagem mostra uma cena do filme “5 fitas”. Há dois garotos negros, com mochilas nas costas. Um deles olha para o lado e o outro para cima. Ambos têm os cabelos crespos, um deles mais comprido e mais alto que o outro. O mais alto esboça um sorriso em uma expressão de curiosidade. O outro garoto, que olha para cima, tem uma expressão entristecida e os olhos mais abertos. 

CRÉDITO: Ariel L. Dibernaci

Em Salvador (BA), é realizada anualmente a grande e tradicional festa para o Senhor do Bonfim, na qual fiéis, turistas e foliões peregrinam até a famosa igreja para amarrar fitas e fazer seus pedidos. Dois irmãos, Pedro e Gabriel, ouvem desde cedo as histórias e rezas de sua avó e decidem fugir no dia da lavagem e se aventurar na multidão para tentar pedir uma bola de futebol. No processo, entram em uma série de conflitos com questões acerca de religiosidade, sincretismo, manifestação popular e a importância da família. O II Festival de Cinema Infantil de Belo Horizonte compõe a programação da 6ª edição da Virada Cultural. 

 


 

17/10 – 13h34 – 13h51

A VIDA DENTRO DE UM MELÃO

A imagem mostra uma cena do filme “A vida dentro de um melão”. Trata-se de um filme em stop motion, com bonecos. Na foto podemos ver um pequeno cenário com uma cadeirinha de metal e um acolchoado, além de fragmentos de móveis. Dois bonecos de pano estão deitados no chão. Um garoto de pernas dobradas e o rosto desenhado em uma expressão triste. Com a cabeça em seu colo está uma menina de cabelos longos e vermelhos e um sorriso.

CRÉDITO: Caroline Netto

Uma garota filma ao seu redor. Fantasiada de bicho, está diante do desconhecido enquanto vivencia suas experiências infantis. O II Festival de Cinema Infantil de Belo Horizonte compõe a programação da 6ª edição da Virada Cultural.

 


 

17/10 - 13h52 - 14h

DONO DE CASA

A imagem mostra uma cena do filme “Dono de Casa”. Crianças negras estão em um quintal. De costas, há um garoto em uma bicicleta. Sentada, sorrindo, está uma garotinha com uma roupa rosa e tranças no cabelo. De pé, diante do menino, uma garotinha com os cabelos presos para trás, segura as mãos na cintura em uma expressão contemplativa. Debaixo de uma mesa branca de plástico há um garotinho negro sentado, encolhido.

CRÉDITO: Anderson Lima

Enquanto brincam, crianças percebem que meninos e meninas podem ocupar o lugar que quiserem na sociedade. O curta foi produzido na Ocupação Rosa Leão, que faz parte das ocupações da Izidora, Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), como resultado da OPALA - Oficina de Produção e Alfabetização Audiovisual. A atividade foi parte integrante da programação do Festival Cine Cipó de 2017. A exibição de “Dono de Casa” integra o II Festival de Cinema Infantil de Belo Horizonte.

Localização
online
Video

 

Data
a
Entrada
Gratuito