.

Eventos /  Festival la la-ticket green  /  Cultural

MOSTRA PERMANENTE DE CINEMA

Descrição

MOSTRA PERMANENTE DE CINEMA: CINEMA FALADO - SESSÃO 1

 

17/10 - 1h10 - 1h19 - O BLOQUEIO

A imagem mostra os andares superiores do edifício Acaiaca, em Belo Horizonte. A foto está em preto e branco e está desfocada no canto inferior esquerdo.

CRÉDITO: PAULO EMÍLIO FERNANDES

Gérion é o solitário morador de um edifício assolado por uma imensa quantidade de barulhos. Atormentado e quase louco, ele questiona: “estariam construindo ou destruindo?”. “O Bloqueio” participa da Virada Cultural de Belo Horizonte 2021 como parte da “Mostra Permanente de Cinema: Cinema Falado”, uma ação cultural criada pelo Centro de Estudos Cinematográficos (CEC) e o Instituto Humberto Mauro para fomentar a difusão, circulação e reflexão crítica de filmes, com caráter permanentemente, em formato diferente do usual em mostras de cinema nos circuitos da cidade. 

 


 

17/10 – 1H19 – 2H50 - TODAS AS MULHERES DO MUNDO

Um homem jovem apoia o queixo em sua mão e sorri, olhando para baixo. Entre os dedos, há um charuto.

CRÉDITO: DIVULGAÇÃO

O romance com a professora Maria Alice não sai da cabeça do “bon vivant” inveterado Paulo. Depois de conquistá-la, o namoro passa por períodos de turbulências, que são compartilhados com o amigo Edu. A exibição participa da Virada Cultural de Belo Horizonte 2021 como parte da “Mostra Permanente de Cinema: Cinema Falado”, uma ação cultural criada pelo Centro de Estudos Cinematográficos (CEC) e o Instituto Humberto Mauro para fomentar a difusão, circulação e reflexão crítica de filmes, com caráter permanentemente, em formato diferente do usual em mostras de cinema nos circuitos da cidade.


 


17/10 – 2h50 – 4h52 ELES NÃO USAM BLACK-TIE

Um homem jovem está de braços abertos e com a camisa parcialmente desabotoada no que parece um pátio de uma fábrica. De costas para ele, trabalhadores caminham, indo em direção contrária,

CRÉDITO: DIVULGAÇÃO

O filme aborda os conflitos e contradições da classe trabalhadora brasileira no final dos anos 1970. A crise na família de Tião, em vias de se casar com sua noiva Maria, possui centralidade no enredo. Ela está grávida e a greve sindical tem início na fábrica em que trabalham. “Eles Não Usam Black-Tie” participa da Virada Cultural de Belo Horizonte 2021 como parte da “Mostra Permanente de Cinema: Cinema Falado”, uma ação cultural criada pelo Centro de Estudos Cinematográficos (CEC) e o Instituto Humberto Mauro para fomentar a difusão, circulação e reflexão crítica de filmes, com caráter permanentemente, em formato diferente do usual em mostras de cinema nos circuitos da cidade.

 

 

 

Localização
online
Video

 

Data
a
Entrada
Gratuito