Eventos /  Encontro la la-ticket green  /  Educação

Projeto Aulas Abertas: “O Tambor Bantu em Minas Gerais” com Maurício Tizumba

Descrição

O convidado do projeto Aulas Abertas de novembro, mês marcado pela consciência negra, é o ator, compositor, cantor, multi-instrumentista e congadeiro Maurício Tizumba, que nos apresenta uma aula sobre “O Tambor Bantu em Minas Gerais”.
 
O artista introduz sua aula explicando que os devotos das religiões de matriz africana nunca iniciam um trabalho sem antes cantar para Exú e oferece um canto para o orixá das comunicações, aquele que abre os caminhos e ilumina a caminhada. Na sequência, ele emenda Tupinambá, canto de Dea Trancoso, pedindo licença aos povos originários, àqueles que já estavam aqui quando todos chegaram, mencionando vários povos indígenas, como os Aranã, Kaxixó, Pankararu, Krenak, Maxakalí, Pataxó Hãhãhãe e Puri.
 
Tizumba toca o couro de um atabaque com as mãos e apresenta quatro ritmos básicos do Candomblé Angola e da Umbanda, como o Barravento, o Ijexá o Cabula e o Congo de Ouro. Dando prosseguimento, já com um tambor de congado, ele traz ainda quatro ritmos presentes nas festas de Congado e Reinado, como o Serra Abaixo, o Serra Acima, o Congo Dobrado e o Marcha Grave. O tambor de congado – o Nogma – e o atabaque são instrumentos ancestrais sagrados e fundamentais nas religiões de matriz africana. O som proveniente desses tambores conduz a dança dos rituais e, principalmente, estabelece uma comunicação entre os homens e as divindades durante as cerimônias.
 
Para finalizar, o artista oferece um canto para os Pretos-Velhos, àqueles que atravessaram o Atlântico e chegaram aqui construindo o seu reinado. “Tem uns Preto-Velhos que chegaram nessa nossa terra, sobreviveram e estão aqui até hoje. Viva os nossos ancestrais! Eles que fazem a gente continuar caminhando nessa terra”, diz Tizumba.

Maurício Tizumba iniciou sua carreira artística na década de 60 e se destaca por fazer um percurso de grande relevância para a cultura afro-brasileira. Em toda a sua história musical o artista traz consigo a forte influência do congado mineiro, manifestação cultural e religiosa que resiste há mais de três séculos enquanto importante símbolo de expressão da cultura negra em Minas Gerais.
 
O projeto Aulas Abertas foi elaborado para oferecer um espaço de compartilhamento de ideias, conceitos e experiências, buscando a construção do conhecimento reflexivo e crítico pelo público, que terá acesso à fala de professores, pesquisadores e artistas convidados, não sendo assim aulas propriamente ditas, mas discussões contextualizadas pelo olhar científico e humano, essenciais neste momento de que estamos vivendo.
 
A cada mês será publicada uma nova aula através do Facebook, Instagram, YouTube e Site da Instituição.
 
Confira os vídeos anteriores em nossas Redes Sociais!

Localização
online
Video

 

Data
a
Maurício Tizumba apresenta alguns ritmos das religiões de matriz africana em novo vídeo do projeto Aulas Abertas
Entrada
Gratuito