Eventos /  Festival la la-ticket green  /  Música

Webfestival UNO | DUO Série BH Instrumental

Descrição

O distanciamento social nos privou de muitas atividades, mas, o show não pode parar. E, por isso, a Série BH Instrumental realizará o seu primeiro evento musical totalmente on-line, nos dias 9, 10 e 11 de julho. O Webfestival UNO | DUO Série BH Instrumental, da Veredas Produções, contará com apresentações exclusivas que permitirão levar uma experiência musical segura para todos, no conforto dos nossos lares.

Mais uma vez, a música cumpre o seu importante papel, possilitando que possamos passar por essa situação de forma mais leve, além de gerar trabalho para músicos e profissionais da cultura afetados pelo cancelamento da agenda cultural.

O Webfestival UNO | DUO Série BH Instrumental será transmitido no canal do YouTube da Veredas Produções, o que permitirá que mais pessoas possam conhecer nossos artistas e a rica produção instrumental mineira, já que a internet possibilita esse alcance para além dos limites do nosso estado.

Em cada dia de festival, três atrações se apresentarão pockets shows no palco virtual em formatos solo ou duo, o que explica o nome do projeto. Todas as medidas de segurança exigidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) serão cumpridas.

Na programação, participarão Enéias Xavier (contrabaixo e piano); PC Guimarães e Natália Mitre (guitarra e vibrafone); Magno Alexandre e Bruno Vellozo (guitarra e contrabaixo); Duo San Tali – Sandra Alves e Talita Olivetti (flauta e piano); Christiano Caldas (piano); Augusto Cordeiro e Pedro Gomes (violão e contrabaixo); Rafael Pansica (solo); Warley Henrique (cavaquinho); Thiago Peixoto e Breno Mendonça (handpan e sax / flauta);

O Webfestival UNO | DUO Série BH Instrumental conta com patrocínio do Instituto Unimed-BH, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, através do incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores.

Série BH Instrumental O Webfestival UNO | DUO

Série BH Instrumental surge como uma derivação da Série BH Instrumental, que acontece em temporadas regulares na Praça Floriano Peixoto e também com edições especiais em Contagem e Betim. Portanto, o novo formato não é, de maneira nenhuma, uma substituição à Série BH Instrumental.

Enquanto acompanhamos atentamente os desdobramentos da pandemia, shows presenciais continuam fora da pauta, mas mantemos os esforços para que o projeto, um dos mais tradicionais dedicados ao gênero instrumental, aconteça em seu escopo original tão logo seja possível e seguro. Inclusive, no momento, o Edital Série BH Instrumental 2020, que seleciona instrumentistas da cidade para integrar sua programação, continua com inscrições abertas, de forma a possibilitar uma janela de tempo confortável para que os interessados se inscrevam. Estamos nos mantendo vigilantes e confiantes para o futuro.

A Série BH Instrumental e suas derivações contam com patrocínio do Instituto Unimed-BH, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, através do incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores.

Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos visando ampliar o acesso à cultura, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, valorizar espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou R$120 milhões ao setor cultural, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e da Lei Federal de Incentivo à Cultura, viabilizado pelo patrocínio de mais de 5.100 médicos cooperados e colaboradores. No último ano, mais de 850 mil pessoas foram alcançadas por meio de projetos de cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura.

Conheça os artistas que participarão do webfestival

Quinta-feira, dia 09 de julho, às 20h

- Enéias Xavier (contrabaixo e piano) Enéias Xavier vai apresentar as suas faces artísticas como contrabaixista e pianista. Em quase seus 30 anos de profissão, trabalhou com Milton Nascimento, Toninho Horta, Chris Potter, nenê e Chico Amaral. Além de produtor musical, atua como professor da Universidade Bituca de Música Popular há 14 anos.

- PC Guimarães e Natália Mitre (guitarra e vibrafone) No pocket show “PC Guimarães convida Natália Mitre”, composições do guitarrista em arranjos especialmente para o webfestival. PC Guimarães estudou na New School for Jazz and Contemporary Music, em Nova York. Foi selecionado no Jovem Instrumentista BDMG, em 2012. Atua como professor de música e integra o Semreceita, PC Guimarães Sexteto, Octávio Cardozzo, entre outros. Natália Mitre é percussionista e se apresentou em Cuba, Estados Unidos, África do Sul e Portugal, além de excursionar por todo o Brasil. Já se apresentou junto as orquestras Sinfônica e Filarmônica de Minas Gerais. Faz parte do Semreceita, Arco Musical Brasil, Luísa Mitre quinteto, Davi Fonseca Sexteto e Artur Andrés Ensemble.

- Magno Alexandre e Bruno Vellozo (guitarra e contrabaixo) O duo apresentará repertório autoral com composições de Magno Alexandre, guitarrista e compositor com premiações no Prêmio BDMG Instrumental e Melhores da Música. Bruno o acompanhará no pocket show. O contrabaixista tem 10 anos de carreira, tendo tocado com Toninho Horta, Lucas Telles, Márcio Bahia, entre outros. Sexta-feira, dia 10 de julho, às 20h

- Duo San Tali - Sandra Alves e Talita Olivetti (flauta e piano) O duo apresentará o show “Brasilidade e Sentimento”, com diversos estilos e épocas da música popular brasileira. A flautista Sandra Alves foi solista da Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFMG e desde 2014 integra a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais como primeira flauta e chefe de naipe. Talita é pianista e participou de festivais como Festival Música nas Montanhas e se apresentou no Grupo Experimental de Ópera Eloisa Baldin.

- Christiano Caldas (piano) O músico vai interpretar no festival obras de compositores da cena instrumental de Belo Horizonte. Christiano produziu nomes como Milton Nascimento, Flávio Venturini, 14 Bis e Roberto Menescal. Integrou as bandas de Thiago Delegado, Chico Amaral, Yamandu Costa, Wagner Tiso, Carlos Malta, Toninho Horta, Aline Calixto, entre outras.

- Augusto Cordeiro e Pedro Gomes (violão e contrabaixo) A dupla vai apresentar composições autorais, além de clássicos da música popular brasileira. Augusto Cordeiro é cantor, compositor e violonista. Se apresentou ao lado de Chico Amaral, Cléber Alves, Toninho Horta, Gustavo Maguá, entre outros. Participou do Jovem Instrumentista BDMG em 2017. O contrabaixista Pedro Gomes venceu o Novos Talentos do Jazz com o grupo Jazzcorde-on. Integra o Trivial Trio e atua como produtor musical no novo trabalho de Pereira da Viola ao lado de Wilson Dias, Gustavo Maguá e Candonguero. Como compositor, foi semifinalista do 19º Prêmio BDMG Instrumental.

Sábado, dia 11 de julho, às 20h

- Rafael Pansica (violão) O show é calçado na pesquisa de mestrado que vem sendo realizada por Pansica na Escola de Música da UFMG sobre a obra de Hermeto Pascoal. O violonista venceu o 16º Prêmio BDMG Instrumental e já tocou ao lado de Bebê Kramer, Fábio Peron e Cleber Almeida.

- Warley Henrique (cavaquinho) O cavaquinista apresentará um show inédito, concebido para este formato e para o momento atual, passeando por composições autorais e clássicos de Pixinguinha, Cartola, Noel Rosa e Tom Jobim. Autodidata, Warley conquistou importantes premiações como Prêmio BDMG Instrumental e integra o Clube do Choro de Belo Horizonte, além de ser o fundador do grupo Boca de Siri.

- Thiago Peixoto e Breno Mendonça (handpan e sax/flauta) Com composições inspiradas na música brasileira, jazz e uma atmosfera meditativa, o duo proporciona sempre novas experiências ao público com suas improvisações. No repertório, composições autorais. Thiago Peixoto é baterista e percussionista, tendo tocado ao lado de Wander Lee, Érika Machado, Fernanda Takai, Lúdica Música, Marina Machado, entre outros. Realizou turnês no Brasil e no exterior, em países como Argentina e Uruguai. E hoje se dedica ao handpan, um instrumento ainda pouco usado por aqui, mas que o percussionista conheceu e se apaixonou de cara. O saxofonista Breno Mendonça gravou mais de 60 álbuns e tocou nos principais festivais de música do Brasil. O também arranjador e produtor musical acompanhou Toninho Horta, Juarez Moreira, Nailor Proveta, Chico Amaral, Raul de Souza e uma extensa lista de grandes nomes.

Localização
Online
Video

 

Data
a
Realizado pela Veredas Produções, com patrocínio do Instituto Unimed-BH, edição on-line vai levar a magia da música instrumental para dentro de casa.
Entrada
Gratuito