Eventos /  Mostra la la-ticket green  /  LGBT+

5ª Edição Quarta Queer

Descrição

A arte como uma ferramenta de expressão poderosa e essencial para a construção de narrativas que podem tanto reforçar quanto quebrar paradigmas. A possibilidade de troca pelo meio digital como fortalecimento diante um cenário de desesperança com a pandemia que assola o planeta. Partindo dessas inquietações, a mostra Quarta Queer está de volta, apresentando de 15 de julho a 26 de agosto de 2020, artistas LGBTQIA+ de Minas Gerais em uma programação que celebra a diversidade das manifestações artísticas queer em suas múltiplas possibilidades discursivas. A programação é gratuita e acontece em 4 quarta-feiras, através do Instagram da @quartaqueer e da @plataformabeijo.

Com curadoria de Cláudio Dias, da Companhia Luna Lunera, e de Igor Leal, da Plataforma Beijo, os encontros têm o objetivo de ampliar a visibilidade da arte produzida por pessoas LGBTQIA+ para além dos seus públicos habituais, promovendo discussões acerca da arte que foge dos padrões heteronormativos e cisgêneros, e fazendo um recorte do panorama artístico-cultural LGBTQIA+ do estado. Nessa edição, Igor vai realizar conversas com as artistas convidadas Vina Jaguá, Aisha Brunno e Eli Nunes e, no encerramento, a BINGONA, bingo-performance com as artistas Will Soares e Cláudio Dias (DJ Papito), promete instaurar um ritual festivo e de celebração, mesmo num tempo de distância e isolamento.

No dia 15 de julho, na conversa com a artista e performer Vina Jaguá, serão compartilhadas as dúvidas e desafios artísticos no mundo de pandemias e a tentativa de encontrar outros potenciais para invenção de uma nova vida. A partir de suas vivências artísticas e também do coletivo Queerlombos de Ouro Preto, serão compartilhados verbos para desmontar, desfazer, não chegar a ser, não saber, na aposta de encontrar formas mais criativas e cooperativas de estar no mundo. Um movimento da derrocada a produções e experimentos audiovisuais entre corpos e tecnologias.

Com a atriz Aisha Brunno, no dia 29, a proposta busca gerar um espaço de magia como intervenção política e criativa. A conversa é ampla sobre os possíveis teatros e rituais cotidianos e afirma uma ideia de ação que visa provocar deslocamentos naquilo que já está pronto como realidade. Com os saberes que nossas avós nos ensinaram, dos chás às simpatias, e com nossas vozes, propõe-se a invenção de uma realidade no espaço virtual para tocar nos corpos, nas aparências, na guerra, na pobreza, nos preconceitos e na arte.

Já em 12 de agosto, com o dançarine e drag-king Eli Nunes, a conversa e troca navega nos cruzamentos entre movimento, corpo, mente, espiritualidade e tela, na produção de sentido das criações em tempos de pandemia. Dessa forma, conversaremos sobre os procedimentos de cuidado e fertilização da vontade criativa como modo de permanência e sobre as infiltrações na ordem hegemônica das produções da indústria cultural e de mercado, tudo isso com muita irreverência e afetação.

SOBRE QUARTA QUEER

Com primeira temporada realizada de junho a setembro de 2018 no Teatro Francisco Nunes, em 4 edições, a Quarta Queer surge com o objetivo de superar práticas recorrentes de esquecimento e silenciamento de saberes culturais de pessoas LGBTQIA+. Isto é, sujeitos que não comportam e compartilham da heterossexualidade dominante são impedidos historicamente de produzirem produzirem memória coletiva e social. As lésbicas, gays, bissexuais, as travestis, trans, intersexos, não binários e uma multidão queer produzem significados coletivos de forma a exercerem o direito de construir publicamente uma memória coletiva de sua existência, para romper o silêncio e o local clandestino de suas vidas. Nesta perspectiva, a Quarta Queer busca ativar as memórias LGBTQIA+ em tempos de pandemia. O evento é uma parceria da Plataforma Beijo com a Cia Luna Lunera.

Localização
Online
Data
a
Mostra permanente de artes idealizada pela Plataforma Beijo em parceria com Companhia de Teatro Luna Lunera, traz conversas online com artistas LGBTQIA+ e bingo-performance.
Toda Quarta-feira.

Entrada
Gratuito