Descrição

O Circuito Liberdade, situado na capital mineira, é um conjunto de equipamentos culturais integrados, reconhecido e consolidado nacionalmente, com foco na difusão do conhecimento e na economia criativa.

A história do Circuito Liberdade se confunde com a história da própria cidade de Belo Horizonte. A transformação da Praça da Liberdade em um complexo cultural foi feita em 2010, mas sua vocação para atividades voltadas à arte, à cultura e à preservação do patrimônio foi construída bem antes, com o Arquivo Público Mineiro, a Biblioteca Pública, o Museu Mineiro e a ocupação da Praça por diversos movimentos culturais.

Desde o final do século XIX, quando Belo Horizonte foi planejada para ser a nova capital do estado, a Praça da Liberdade foi projetada para abrigar o centro administrativo, com a construção das secretarias de estado e do Palácio da Liberdade, sede e o símbolo do governo. Sua inauguração aconteceu em 1898 e, tendo sido palco de importantes acontecimentos políticos que marcaram a história de Minas Gerais e do Brasil, o local se tornou naturalmente um dos principais cartões postais da cidade.

A Praça da Liberdade, centro do poder estadual, tornou-se palco de diversas manifestações políticas. Paralelamente a ampliação e modernização do sistema administrativo evidenciavam a inadequação dos palacetes para o exercício das funções de Estado. Com o fim da ditadura no Brasil, a praça tornou-se um espaço de encontro da cultura e da arte - a Feira Hippie foi um marco deste início, mas os prédios ainda eram ocupados com fins administrativos, destoando da nova vocação cultural que despontava.

Na década de 90, tem início um movimento de restauração e revitalização da Praça da Liberdade, sendo então as feiras de artesanato e de flores instaladas em outras áreas da cidade. Surgia, assim, um embrião do projeto do Circuito Liberdade, em um exercício de reconhecimento e apropriação do patrimônio material, imaterial e ambiental presentes no local.

Em 2010, após a inauguração da Cidade Administrativa e transferência oficial do governo para a região norte de Belo Horizonte, o Circuito Cultural Praça da Liberdade, hoje Circuito Liberdade, se concretiza como um projeto do Governo do Estado. A proposta era reunir, em um mesmo local, espaços culturais diversos, a partir de parcerias com instituições públicas e privadas.

Já em 2020, sob a gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult), o Circuito Liberdade foi expandido e é composto, atualmente, pelos equipamentos culturais do estado de Minas Gerais, parceiros públicos e privados, e a sua abrangência é definida pelo projeto original de 1895 da cidade de Belo Horizonte, a delimitação da Avenida do Contorno. Museus, arquivo público, biblioteca, centros de cultura e de formação estão entre as atrações.

Localização
Praça da Liberdade, s/n° - Funcionários
Centro-Sul